ACONTECEU NA ALEMANHA: E SÓ PODIA SER COISA DE BRASILEIRO, CLARO!

ACONTECEU NA ALEMANHA: SÓ PODIA SER COISA DE BRASILEIRO!

É uma história real. Aconteceu de verdade! Na Alemanha! Com o primo de um vizinho do tio do cunhado do meu melhor amigo… kkkkkkk

Publicidade

Para que pudéssemos andar de trem livremente na Europa, compramos o Eurailpass.

É um bilhete onde você pode andar de trem pra onde quiser quantas vezes quiser, durante um determinado prazo.

Tínhamos comprado o de 15 dias. A gente sempre viajava durante a noite e economizava o hotel. O aproveitamento tinha que ser máximo, claro.

Chegando à Alemanha, tínhamos que ir para Munique. O problema é que tinha apenas um trem, o non-stop, que satisfazia nosso horário. A merda era que o trem non-stop não aceitava a porra do nosso Eurailpass. E o próximo sairia muito mais tarde, quase oito horas depois.

Era fim do outono, quase inverno, uma friaaaaaca do cacete. Dormir na estação de trem era uma idéia que dava frio na barriga da brasileirada. Até mesmo por que não iria rolar, pois os seguranças, já estavam nos olhando com cara de pouquíssimos amigos.

Mas como o ‘jeitinho brasileiro‘ sempre acha solução brilhante pra tudo, surgiu o seguinte raciocínio, compartilhado com 30 tupiniquins:

“Vamos entrar no trem assim mesmo! No foda-se! Como ele é non-stop, não poderão colocar a gente pra fora.”

Com votos unânimes de aprovação, lá foi a brasileirada sem noção trem adentro.

Lá pelas tantas, chega uma mulher, super mal encarada, meio loura, meio grisalha de quase 2 metros de altura e uns 100 kg de peso, pra conferir os nossos bilhetes. O primeiro a ser interpelado fui eu, claro. Sempre eu. Logo eu fui o cobaia.

A mulher pegou o bilhete, conferiu e virou-se pra mim aos berros:

– Spraichen Deutch?
– Hã? – Eu disse
– Speak English ?
– Yes… – Respondi meio me cagando nas calças
– Get out, right now! – Ela concluiu

Eu ainda pensei:

Caralho, fu-deu! E agora? Será que essa mulher vai me jogar pela janela?

Pois a maldita freulein pegou um intercomunicador, resmungou alguma coisa e, acreditem, o trem non-stop parou numa estaçãozinha no cú da Alemanha.

Já ciente da minha expulsão, avisei os demais brazucas para saírem também, pois senão ia dar uma merda do caralho.

Cenário montado: Um puta trenzão non-stop parado, uns 500 alemães na janela querendo saber o motivo e uma cambada de brazucas sendo expulsos.

Então uma alma verde-amarela teve outra idéia brilhante:

– Aí, galera. Não vamos levar este mico pra casa, não!

E desembarcamos do trem gritando em coro:

AR-GEN-TINA! AR-GEN-TINA! AR-GEN-TINA!

GANHE DINHEIRO RESPONDENDO PESQUISAS NA INTERNET

28/08/2017

Se você chegou até aqui é porque você gostou, né? Então curta e compartilhe o Acidez Mental no Facebook com seus amigos! Seu clique é MUITO importante!

Comentários