4 DICAS PARA VOCÊ SEMPRE ESTAR DE PRONTIDÃO PARA O SEXO ANAL

SEXO ANAL

Se você tivesse a oportunidade, e logicamente o desejo, você poderia praticar o sexo anal neste exato momento?

SEXO SEM COMPROMISSO

Possivelmente não, pois uma das grandes barreiras psicológicas em relação a esta forma de sexualidade é o medo de que este acabe em uma grande e embaraçosa sujeira. E ao contrário de alguns mitos e tabus, este medo é bastante real. Acrescente ao medo de se sujar a necessidade de lubrificar, de relaxar, a expectativa de dor e é fácil entender por que muitas pessoas transformam o sexo anal em um raro acontecimento.

Por outro lado, se você já pratica o sexo anal e gosta, você nunca sabe quando o desejo pode “pintar”. Apresentamos a seguir algumas dicas para você estar sempre preparada (ou preparado) para explorar seus prazeres anais, sem a obrigação de planejar com antecedência ou realizar grandes preparativos.

1) Mantenha-se saudável

Pode parecer algo óbvio, mas uma boa saúde gastrointestinal é fundamental para o prazer anal. Uma das melhores coisas que você pode fazer para si mesma é ter uma digestão regular. Tanto a prisão de ventre como a diarréia podem levar a problemas de saúde como hemorróidas ou fissuras anais, caso sejam persistentes. Em episódios ocasionais, contribuem para uma não desejada “surpresa fecal” aparecer durante o sexo anal. Um cólon saudável leva a um ânus saudável, sem irritações ou tensões. Com uma digestão regular e normal, o procedimento da lavagem (enema ou chuca) geralmente não é necessário. Portanto, beba bastante água durante o dia, ingira alimentos ricos em fibra ou mesmo suplementos alimentares com fibra solúvel. Lembre-se sempre: “cuzinho saudável é cuzinho feliz!

 

2. Sempre tenha lubrificante e proteção ao alcance mão

Como os escoteiros, você deve estar sempre preparada. Lubrificação para o sexo anal e camisinhas são fundamentais para o sexo anal. Lembre-se que o lubrificante deve ser a base de água, como por exemplo, os géis do tipo KY. A saliva é ineficiente como lubrificante e vaselina ou óleo mineral destroem o látex do preservativo. Na bolsa ou na “nécessaire” de viagem, tenha sempre este kit básico por perto.

 

 

 

3. Pratique, pratique, pratique

Na imaginação popular, ser quem recebe o sexo anal, ou mais explicitamente, “dar o cu” é algo totalmente passivo, bastando ficar de quatro. Na prática, o desafio é bem maior. Para ser o parceiro passivo ideal, os músculos de sua região anal devem estar bem preparados. Faça exercícios de contração, “apertando” e soltando o esfíncter e o músculo PC (aquele que quando você contrai, corta o xixi). Você também pode usar pênis artificiais ou plugues anais e praticar a penetração anal sempre que possível. Desta forma você ficará mais acostumada com as sensações do sexo anal e manter o esfíncter saudável, com capacidade de dilatação e com tônus (firme).

4. Esteja atenta(o) a suas sensações anais

Receber seu parceiro no sexo anal exige relaxamento total, deixando de lado suas inibições e tensões. Pratique isto no dia a dia, tentando perceber toda a tensão que você carrega na bunda e nos músculos da região anal. Faça um esforço consciente para relaxar e mandar a tensão embora. Respire fundo, relaxe. Repita. Com menos tensão, você estará mais bem preparada para praticar o sexo anal sem dor e mais consciente das sensações de prazer que ele pode proporcionar. Além disso, o mundo seria um lugar mais feliz e tranqüilo se todas as pessoas aprendessem a prestar atenção na tensão de seus ânus!
Seguindo estes conselhos, seu nível de preparação para o sexo anal será quase total e você poderá fazer dele uma prática sempre presente em sua vida sexual.

Publicidade

06/02/2015

Se você chegou até aqui é porque você gostou do que leu, não é? Então compartilhe o Acidez Mental no Facebook com seus amigos! Seu clique é muito importante!

Comentários