OS ERROS NA BALADA QUE PODEM FAZER VOCÊ NÃO PEGAR NEM GRIPE…

Publicidade

Fiz uma lista das piores falhas cometidas, principalmente pelos homens, quando o assunto é abordagem na vida noturna. Antes de pegar este manual do que não fazer, entretanto, conheça e pesquise melhor o ambiente para o qual você está indo.

Uma simples consulta no Google vai te ajudar. Assim, fica bem mais fácil entender o que vestir, sobre o que falar e, até mesmo, antever que tipo de mulheres frequentarão a festa. Conhecendo o cenário todo, é só montar a estratégia.

A primeira dica do que não fazer é ir para uma balada qualquer só para não terminar a noite no zero a zero. Sabe aquela história de antes só do que em uma balada horrorosa? É isso.

Com isso em mente, não vá para uma balada ou evento se vestindo de forma inadequada. Tênis ou sapato? Social ou esportivo? Enfim, faça essas perguntas a você mesmo antes de sair de casa.

Nesse caso, inclusive, a busca no Google pode te ajudar a montar o figurino. Existem algumas baladas onde você não pode entrar de bermuda, chinelo, boné ou camisa de time. Outras exigem exatamente essa vestimenta, como num lual na praia, por exemplo. É preciso bom senso para distinguir qual é cada caso.

Roupas à parte, é hora de falar do mais importante de tudo: seu comportamento. A forma como você age diante dos amigos, família e até colegas de trabalho diz muito sobre você. Nada como um ambiente descontraído para testá-lo. Vamos aos possíveis cenários:

Publicidade

Cenário 1: Você e seus amigos

Sábado à noite, nada para fazer e seus amigos te chamam para uma balada. Você já é acostumado a sair com eles, sempre para os mesmos lugares. Logo, já sabe como se vestir. Até aí, ok! Porém, quando se encontram, percebe que a porta do lugar está cheio de mulheres interessantes. O que você faz? Liga o som do carro no ultimo volume.

Resultado: Todos do lugar te olham e algumas mulheres já podem começar a tirar seus pontos, pensando que você é um idiota. Seus amigos talvez te achem legal por ter o som mais potente do mundo, mas, sinceramente, disputar com o som local não é nem de longe uma boa ideia.

Publicidade

Cenário 2: A gata dos seus sonhos

Você chega em algum bar, boate ou lugar semelhante e vê que aquela gata que você quer a tempos está lá. Você começa a falar alto e abordar todas as mulheres que passam acreditando que está convencendo-a de que é um bom partido.

Resultado: As chances que você chegou a ter foram por água abaixo nesse dia. Nada de falar alto ou bancar o garanhão, pois isso pode mostrar que você tem medo de abordá-la ou, pior, que não tem interesse nenhum nela. Aí, outro cara pode pegar sua vaga.

Publicidade

Cenário 3: Ex e bebida não combinam

Você chega na balada e encontra com sua ex. Na hora percebe que ainda rola um sentimento e, pior, morre de ciúmes por ela estar com outro. Diante dessa situação, resolve afogar todas as mágoas na bebida, fala “verdades” pra ela – e ainda faz seus amigos passarem vergonha por terem que cuidar de você bêbado, te segurar para não fazer aquela dancinha esquisita, ou te levar para o banheiro para não vomitar pela boate.

Resultado: Não vai voltar para a ex e ainda vai fazer com que ela tenha certeza de que o término foi uma boa coisa. Bebida e encontro com a ex, definitivamente, não combinam.

Publicidade

Cenário 4: Você no pé dos seus amigos

Se você não sai do zero a zero na balada e também não descola dos amigos, saiba que isso atrapalha, e muito, as paqueras deles. Logo, você pode estar incomodando e, além de não conquistar ninguém, ainda perde a amizade.

Resultado: Você fica sem uma gata para se divertir e sem amigos como companhia. Não seja o chato da galera: se seu amigo está investindo numa gata, fique na sua.

Publicidade

Conclusão: Controle o impulso de querer aparecer demais

Os cenários acima podem variar de lugar ou personagens, mas ilustram o manual do que não fazer – principalmente para não sair da balada como o chato da galera. Já o que fazer é simples: ter atitude, bom senso e não se deixar levar pelo impulso de querer aparecer demais.

Conquistar uma mulher é questão de postura – e, nesse processo, manter amizades é fundamental. Saia para se divertir, mas não tenha apenas a bebida como motivação para uma noite boa. Seja uma boa companhia para você mesmo e, sem dúvida, vai agradar a todos.

CLICA AQUI VAI

Comentários