COMO SE DAR BEM COM A MULHERADA NO CARNAVAL

Publicidade

Chegou a época do ano mais propícia para pegar mulher. Parece até que o carnaval foi feito pra isso, mas como chegar naquela gata perto do trio elétrico com o som estralando e com milhares de pessoas se empurrando? Como se destacar no meio da multidão?

Vamos aos fatos:

Não tem que falar, tem que agir
Foco é a palavra. Qual é o seu? Beber muito ou pegar muita mulher? Nem sempre os dois andam lado a lado porque muita gente queima a largada sem aproveitar o melhor da festa. Podemos partir do pressuposto de que as mulheres sabem que vários caras vão chegar nelas de inúmeras formas diferentes e que isso já vem incluso no ingresso. É praticamente inevitável! Tanto nos blocos, como nas micaretas o volume de pessoas é grande, o que facilita bastante a azaração. No caso de uma balada, é preciso atitude do homem de atravessar a pista e introduzir um assunto com aquela gata com quem estava trocando olhares a muito tempo. No carnaval isso não é necessário. A proximidade está a seu favor. Muitas vezes uma troca de olhares é o suficiente para dar um beijo. Sem falar nada! Preste atenção para não perder as oportunidades. A continuidade disso depende de você. Se prefere quantidade irá partir para a próxima, se quiser qualidade, vale a pena tentar conhecê-la e pra isso é necessário afastá-la da multidão. Geralmente o limite do espaço, seja dentro da micareta ou no bloco de rua, são os lugares onde as pessoas conseguem até sentar e trocar ideia tranquilamente.

Publicidade

Álcool, o combustível do fanfarrão
Dentro do lugar nunca tem a variedade de bebida que você encontra em uma balada, então o jeito é começar a beber antes. Existem diversos ônibus open bar que partem de terminais, onde você paga a passagem, a bebida e garante a volta segura para casa. Quando é bloco de rua e você tem facilidade para entrar e sair fica mais fácil resolver o problema.

Como se destacar
Na micareta, onde todos vestem o abadá, você pode sentir a necessidade de se destacar de alguma forma. Alguns usam peruca, outros vão de pantufa ou prendem uma flor de pelúcia no pescoço. Óbvio que muitas vão achar ridículo, mas o fato é que você está chamando mais atenção e é preciso ter confiança para lidar com isso e poder usá-la a seu favor. Se está vestindo um adereço e percebeu que ela comentou com a amiga e deu aquela risadinha, já andou metade do caminho. Ao chegar nela estará totalmente disposta a conversar, porque ela te atribuiu valor ao te achar engraçado. Quem não gosta daquele que nos faz rir? Já naquele bloco de rua onde todos estão fantasiados, não tem jeito. A única saída é ser original e nesse caso geralmente quanto mais ridículo melhor. Acima de tudo, divirta-se!

Chiclete, chiclete quero chiclete
Assim dizia Bell Marques com a banda Chiclete com Banana. Estar com mau hálito de bebida na hora do beijo ninguém merece e no banheiro químico não dá pra fazer muita coisa, então o mínimo que você pode fazer é estar sempre com um chiclete no bolso.

Publicidade

Dinheiro e celular
O bolso deve permanecer vazio sempre que possível. Muito malandros aproveitam os momentos onde todos estão apertados para roubar carteiras e celulares ou você simplesmente pode perder enquanto estiver na folia. A melhor forma de se precaver é usar um porta-dólar por dentro da calça. Coloque lá documentos e dinheiro para ficar despreocupado. O ideal seria não levar celular, mas caso se perca ele fará muita falta.

Cole nos amigos
No meio de milhares de pessoas é quase impossível achar seus amigos novamente sem se comunicar. Para evitar, fique sempre atento a todos e quando estão andando em fila sempre olhe para trás pra ver se alguém não ficou pelo caminho. Se seu amigo parar para beijar uma gata, não custa nada esperar. Continuar andando enquanto ele está de olhos fechados é sacanagem. Depois ele ficará sozinho o resto da festa. Organize com seu bando um ponto de encontro.

Nem todas estão na pista pra negócio
Tanto naquele bloco tradicional ou no trio da Ivete sempre vai ter o público fiel que acompanha o artista em qualquer lugar. Diferente daquelas que vão porque é a única forma de conseguirem beijar com facilidade, as mulheres que fazem parte desse público, por exemplo, podem não estar interessadas na pegação, por isso é preciso respeitar. Tem tanta gente no evento que você não precisa encanar com ninguém. Se ela não estiver a fim peça desculpas, diga que foi um prazer conhecê-la e vá curtir a festa. O segredo de tudo é como você se projeta em sua mente. Se colocar na cabeça que está indo simplesmente para se divertir, vai estar automaticamente mais confiante de si e se dar bem com a mulherada é só uma consequência disso.

18/02/2019

GANHE DINHEIRO RESPONDENDO PESQUISAS NA INTERNET

Se você chegou até aqui é porque você gostou, né? Então curta e compartilhe o Acidez Mental no Facebook com seus amigos! Seu clique é MUITO importante!

CLICA AQUI VAI

Comentários