BUSCAPÉ, UM TIRO NO PÉ

BUSCAPÉ, UM TIRO NO PÉ

Faz tempo que venho notando uma coisa no comparador de preços Buscapé. Quando pesquisamos algo e ordenamos o produto por menor preço, os primeiros da lista, os mais baratos, sempre estão esgotados.

Publicidade

Bom, parece óbvio, uma vez que produtos mais baratos vendem mais e acabam logo.

Ontem passei o dia envolvido na pesquisa preços e compra de um forno de microondas, pois o meu, já véio de guerra, com mais de 13 anos na lida díaria culinarística, foi para uma honrosa e merecida aposentadoria na lata do lixo.

Usei o comparador na minha busca. Ao ordenar por menor preço, notei a crônica falta de estoque nas lojas com preços mais baratos. Supreendentemente, não os grandes magazines e redes de lojas de eletrodomésticos, que compram toneladas de produtos e tem cacife para fazer preços menores. Mas sim lojas 100% virtuais e desconhecidas. A uma boa parte ainda nem classificada pelo “Confiômetro” do buscador.

Intrigado, passei a pesquisar os mais diversos tipos de produtos: Refrigeradores, computadores, secadores de cabelo, óculos de sol, perfumes, roupas de cama, etc. E o mesmo padrão se repetia: as 10 ou até 20 primeiras lojas sempre estão com estoques esgotados.

Comerciantes espertinhos, estão colocando preços artificialmente muito baixos, para atrair cliques para seus respectivos sites. Não sei se o Buscapé não sabe ou finge não saber, mas na terra onde eu nasci isso tem cheiro, cara e gosto de vigarice.

E pra piorar um pouco, até mesmo clicando em links de grandes lojas, como Carrefour, Magazine Luiza, Casas Bahia, etc, é comum encontrar preços diferentes. Desatualizados.

Conclusão: O buscador é uma ferramenta inútil.

GANHE DINHEIRO RESPONDENDO PESQUISAS NA INTERNET

10/10/2017

Se você chegou até aqui é porque você gostou, né? Então curta e compartilhe o Acidez Mental no Facebook com seus amigos! Seu clique é MUITO importante!

CLICA AQUI VAI

Comentários