AS FAMOSAS QUE PASSARAM PELA PORNOCHANCHADA

AS FAMOSAS QUE PASSARAM PELA PORNOCHANCHADA

Caso você tem 40 anos ou mais, sem dúvida já viu alguma pornochanchada na sua vida, aquele gênero do cinema brasileiro onde estão em pauta o questionamento dos costumes e a exploração do erotismo.

Publicidade

A Pornochanchada é algo tipicamente brasileiro, que foi sumindo devido ao esgotamento temático e a ascensão da pornografia hardcore, mas deixou algumas famosas com o esse carimbo na filmografia.

Apesar do tom machista dos filmes, as musas da pornochanchada quebraram um paradigma e inspiraram uma geração.

Confira algumas famosas que já passaram pela Pornochanchada:


Com uma carreira consolidada no exterior, participando de filmes como O Beijo da Mulher-Aranha, Rookie – Um Profissional do Perigo, Olhos de Anjo, e de série famosas como Sex and the City, Law & Order, Ghost Whisperer, CSI: Miami e American Family, a bela Sônia Braga é uma das maiores musas da pornochanchada, como Dona Flor e Seus Dois Maridos (1976) e A Dama da Lotação (1978).


Muitas novelas, e um título de Miss Brasil marcam a carreira de Vera Fischer, que apareceu em algumas pornochanchadas, estrelando filmes como A Super Fêmea (1973), o emblemático Amor estranho amor (1982), dentre outros.


Caso você seja fã de novelas (assim como eu), você deve conhecer a moralista Encarnação, de Velho Chico, vivida pela atriz Selma Egrei. Pois então, a atriz foi uma das musas da pornochanchada, participando de mais de quarenta produções, como A Noite do Desejo (1973), A Carne (1975), Emanuelle Tropical (1977) e Adultério por Amor (1978).


Lucélia Santos já fez mais de 30 novelas e é bem conhecida pelo grande público, mas ela também foi a atriz que rompeu a imagem de “namoradinha do Brasil”, posando nua para a Playboy e sendo escala pelo próprio Nelson Rodrigues em Bonitinha, Mas Ordinária (1981) e depois em Engraçadinha (1981) e Álbum de família (1981), se transformando em uma musa rodriguiana.


Muito antes de apresentar quadros no Fantástico, ou o Esquenta!, além do aclamado Que Horas Ela Volta?, Regina Casé ficava insana e completamente nua em Os Sete Gatinhos (1980), e em mais uma das inúmeras pornochanchadas baseadas na obra de Nelson Rodrigues, eternizada pelo grito de “Você não vai me comer! Você não vai me comer!” de Regina Casé.


Famosa como comediante e atriz Andréa Beltrão pegou o finalzinho da pornochanchada, participando assim de filmes mais “lights”, mas ainda assim clássicos, como Os Bons Tempos Voltaram: Vamos Gozar Outra Vez (1985) e As Sete Vampiras (1986).


‘Hoje é dia rock, bebê!’, Christiane Torloni, uma das musas das novelas foi responsável por um dos mais memoráveis beijos lésbicos do cinema nacional, com a musa da pornochanchada Nicole Puzzi, em Ariella (1980), baseado no livro erótico da escritora Cassandra Rios, além de algumas outras pornochanchadas.


Aldine Muller não é um dos nomes mais conhecido da TV, o seu trabalho mais recente lembrado pelo grande público foi em 2 Coelhos (2012), mas a atriz fez mais de vinte pornochanchadas em apenas cinco anos, vale o destaque.


Recentemente perdemos a atriz Marília Pêra, que já foi tema de escola de samba, apareceu em diversas novelas e ainda pode ser vista em na série Pé na Cova, mas claro que ela também participou da pornochanchada, com destaque para Ana, a Libertina (1975).


Além de Vera Fischer, o icônico Amor estranho amor (1982) lançou ao estrelato a rainha dos baixinhos Xuxa Meneghel, que preferia esquecer esse momento da sua carreira. Através de uma ação judicial, Xuxa mandou recolher todas as cópias do filme no Brasil, porém as cópias piratas já eram muitas e isso só aumentou a curiosidade sobre o filme.

GANHE DINHEIRO RESPONDENDO PESQUISAS NA INTERNET

20/09/2017

Se você chegou até aqui é porque você gostou, né? Então curta e compartilhe o Acidez Mental no Facebook com seus amigos! Seu clique é MUITO importante!

Comentários