APESAR DA CRISE, TAXISTAS INSISTEM EM VELHO HÁBITO: ENGANAR E LESAR OS PASSAGEIROS

APESAR DA CRISE, TAXISTAS INSISTEM EM VELHO HÁBITO ENGANAR E LESAR PASSAGEIROS

Taxistas usam equipamento e aplicativo para dar golpes. Corridas de R$ 9,60 passam a custar R$ 90,00. Um motorista cobrou a produtor do G1 R$ 70.00  por um trajeto que custa, em média, R$ 38.00

Todos os meses, cerca de 70 passageiros procuram a Prefeitura do Rio pra se queixar de cobranças indevidas de taxistas. O número de golpes é grande e envolve táximetros adulterados, aplicativos e até lábia.

O RJTV mostrou alguns exemplos desses casos, como um equipamento, apreendido pela polícia, que fica escondido em táxis e que faz o taxímetro disparar, acionado pelo pé do motorista criminoso.

Os agentes descobriram o equipamento depois que um passageiro denunciou outro golpe: o uso de um aplicativo de celular chamado Taxímetro para cobrar bem mais caro do que o taxímetro original. A corrida que deveria sair por 9,60 tinha virado R$ 90.

“Este aplicativo é inexistente para prefeitura. Inexistente paras cooperativas. É ilegal este taxímetro no telefone. Ele abre, começa a corrida com 5,50. Ele não andou, não deu nem um minuto e ele já se transformou em 6,75”, explicou a delegada Tatiana Queiroz.

Thiago Felipe foi preso, suspeito de dar golpes em passageiros (Foto: Reprodução/TV Globo)

O carro – que tem autorização para rodar como táxi – foi apreendido e o motorista preso em flagrante depois que a vítima chamou policias que passavam bem na hora que o suspeito apresentava a fatura. Segundo a polícia, era um carro com dois golpes. Tiago Felipe de Oliveria Brandão vai responder por fraude. Ele já tinha sido denunciado outras duas vezes, mas nunca tinha sido preso.

Detalhe do lacre do taxímetro, a peça azul (Foto: Reprodução/TV Globo)

A reportagem mostrou o que os passageiros devem prestar atenção ao pegar um táxi:

– Relógio só pode ser acionado depois do cliente entrar no carro

– Taxímetro deve ter o lacre, que comprova que não foi violado

– Selo de vistoria da SMTR válido

– Cartão de identificação que consta a placa, a foto e o nome do motorista

Selo de vistoria da SMTR é outro item que deve ser observado pelos passageiros de táxi no Rio (Foto: Reprodução/TV Globo)

Nem sempre é preciso um sistema ou equipamentos mirabolantes para enganar o passageiro. Muitas vezes, se atrás do volante de um táxi tem um motorista desonesto, basta a cara de pau.

O produtor do RJTV estava na rodoviária querendo ir pra Gávea e foi abordado por um taxista desses que explicou o jeito bem particular e ilegal de cobrar pelas corridas.

“Trabalho com prefixado o quilômetro rodado. Vai marcando o quilômetro rodado R$12,30 a 8,90 o km rodado. Vou fazer até a R$ 7,30 pro senhor”, disse o motorista.

A Secretaria Municipal de Transportes determina que a bandeirada, o preço inicial do taxímetro, seja de R$ 5,50, mais o quilometro rodado – na bandeira I, ele sai a R$ 2,50.

A corrida rodoviária Gávea sai em média por R$ 38 em uma corrida honesta. Na conta do taxista Paulo, que atendeu o produtor, sairia por R$ 95 reais, porque foram 13 quilometros rodados. Mas o motorista “deixou” por R$ 70 e deu até nota fiscal. Ele ainda deu, de graça, uma lição para quem entra em um táxi como o dele sem dinheiro suficiente pra pagar.

“Se não tiver dinheiro vai de ônibus. Tem que dar o dinheiro, se não, agiu de má fé. Agiu de pilantragem”, disse Paulo.

Uma passageira que preferiu não se identificar disse que se sentiu ameaçada por um discurso parecido quando um outro motorista de taxi cobrou R$ 120 da Rodoviária a São Conrado. A corrida sai, em média, R$ 48.

O taxista só não contava que ela tinha tirado uma foto na chegada ao Rio, na qual aparecem o taxista e o carro. O homem já foi identificado pela polícia e pode ser preso a qualquer momento.

A gente tem que tomar cuidado porque eu não sou nem a primeira nem a única que aconteceu isso e as pessoas ficam mais ligadas nesses casos. E é importante sim denunciar, pra acabar logo com isso. Porque só acaba se a gente for atrás. Se a gente denunciar.

A Secretaria Municipal de Transportes disse que fiscaliza os táxis com frequência no Rio.

Assista ao vídeo abaixo:

Fonte: G1

29/08/2018

GANHE DINHEIRO RESPONDENDO PESQUISAS NA INTERNET


Se você chegou até aqui é porque você gostou, né? Então curta e compartilhe o Acidez Mental no Facebook com seus amigos! Seu clique é MUITO importante!

CLICA AQUI VAI

Comentários