15 FATOS HISTÓRICOS BIZARROS E ABSURDOS QUE AS ESCOLAS PREFEREM NÃO ENSINAR

15 FATOS HISTÓRICOS BIZARROS E ABSURDOS QUE AS ESCOLAS PREFEREM NÃO ENSINAR

Publicidade

5. Catarina, A Grande; imperatriz da Rússia durante o século 18, tinha uma “sala de sexo” secreta, cheia de móveis decorados com órgãos masculinos eretos, pernas femininas abertas, bocas de mulheres “ocupadas” (se é que vocês entendem) e assim por diante. Tudo, claro, finamente decorado com folhas de ouro.

5

O tal quarto ficou em segredo por muito tempo, até que os soldados soviéticos o descobriram durante a Segunda Guerra Mundial.


6. Silphium era o nome de uma planta, usada pelos antigos romanos, como contraceptivo natural. Ela era tão valiosa que sua imagem e a imagem (à direita) de sua semente (à esquerda) foram impressas em moedas de pratas correntes na época.

6

Aliás, historiadores acreditam que o formato da semente da silphium deu origem ao formato que conhecemos hoje como o de um coração.

Publicidade


7. A primeira exibição pública de um filme projetado aconteceu em 28 de dezembro de 1895. Menos de um ano depois foi lançado o primeiro e mais antigo filme pornô do mundo, Le Coucher de la Mariée.

7


8. Mozart escreveu um cânone chamado “Leck Mich im Arsch”, que quer dizer, basicamente, “Lamba minha bun..”. Essa aliás, foi apenas uma das várias peças “sujas” que ele compôs.

8

Publicidade


9. Gandhi conduziu experimentos bizarros sobre castidade, durante os quais meninos e meninas tomavam banho e dormiam juntos, mas eram punidos por qualquer conversa ou contato físico.

9

Aliás, o próprio Gandhi dormia e tomava banho com seu assistente pessoal, mas alegava que não havia nada indecente entre os dois, já que nos momentos considerados inapropriados, ele mantinha os olhos fechados…


10. O filósofo Jean-Jacques Rousseau ficou tão obcecado pela ideia de ser espancado que ele admitiu que abaixava as calças em público e perseguia as mulheres que passavam pela rua.

10

Rousseau admitiu, em sua autobiografia, Confissões, essa tara por palmadas eróticas.

Publicidade


11. Durante a ocupação nazista na Noruega, combatentes da resistência se infiltraram em uma fábrica de sardinhas e encheram as latas com óleo de cróton, um poderoso laxante.

11

As sardinhas alteradas, então, foram normalmente enviadas á tripulação dos submarinos alemães que, com certeza, viveu maus momentos depois de consumir os peixes.


12. Em 7 de setembro de 1642, Thomas Granger se tornou o primeiro condenado à morte dos Estados Unidos. Ele foi julgado e condenado por zoofilia e atos obscenos contra uma vaca, duas cabras, ovelhas, dois bezerros e um peru…

12

Publicidade


13. Durante uma entrevista, o então presidente dos Estados Unidos, Lyndon B. Johnson, se sentiu tão pressionado por um jornalista que perguntava a ele repetidas vezes porque as tropas americanas estavam no Vietnã, que o político simplesmente abriu o zíper, puxou seu órgão e disse: “É por isso!”.

13

O incidente foi relatado pelo biógrafo Robert Dallek e, aparentemente, depois disso, o repórter parou de fazer a mesma pergunta.


14. Mulheres que tinham desejos, por muitos anos, foram diagnosticadas com “histeria”. O tratamento da “doença” consistia em um “trabalho manual” dos médicos.

14

O serviço dos médicos era tão requisitado que, temendo a saúde de seus punhos, eles acabaram inventando uma “máquina capacitada” para substituí-los, também chamada de vibrador.

Publicidade


15. Quando o País de Gales se tornou parte do Reino Unido, a punição a uma pessoa que molestava um carneiro, por exemplo, era menos grave que o castigo dado a um ladrão. No primeiro caso, tinha-se um dedo cortado. No segundo, por outro lado, perdia-se toda a mão.

16

E agora, entendeu porque esses fatos históricos não são ensinados nas escolas?

GANHE DINHEIRO RESPONDENDO PESQUISAS NA INTERNET

18/11/2017

Se você chegou até aqui é porque você gostou, né? Então curta e compartilhe o Acidez Mental no Facebook com seus amigos! Seu clique é MUITO importante!

CLICA AQUI VAI

Comentários