POR QUE A FAZENDA É O PROGRAMA MAIS CHINFRIM DA TV BRASILEIRA?

POR QUE A FAZENDA É O PROGRAMA MAIS CHINFRIM DA TV BRASILEIRA?

Tem coisa mais perturbadora do que encontro de ex colega de escola 20 anos depois? Se você tiver coragem de ir a um, vai passar parte do tempo se comparando com os outros. E vai ver, com tristeza, que aquele cara inteligente virou um “fracassado”, que aquela gatinha engordou e que o galã ficou careca. E você mesmo já não é, assim, uma coisa tão maravilhosa (se é que um dia você foi).

Deve ser por isso que assistir ao reality “A Fazenda” é tão deprimente. O programa parece uma reunião de escola de subcelebridades realizada alguns anos depois, quando todos se deram meio mal. Sim, um cenário de filme de terror. Está ali a modelo maravilhosa que foi diva nos anos 80, O ex-menudo, a ex-mulher-fruta, o ex-rei do axé, a ex-garota de programa que ficou famosa ao lançar um best seller etc.

Como ex-alunos da escola, eles passam o tempo todo “se medindo”. “Essa aí está na pista há muito tempo”, disse uma das participantes quando a ex-panicat (incrível que ser panicat tenha virado profissão) entrou no programa.

A pista é a da tentativa de ser famosa. Um roteiro que inclui posar nua, desfilar em escolas de samba, ou, quem sabe, namorar um jogador de futebol, caso de duas participantes dessa edição.

Alguém tentar desesperadamente ficar famoso é triste. Mas alguém tentar, não conseguir, e tentar de novo é deprimente. Difícil achar graça das tentativas desesperadas desses alunos que se deram mal para se manter no programa e descolar uma grana. E muito menos das humilhações.

Por essas (e muitas outras) assistir ao programa não é engraçado, não. É triste. Uma aula de melancolia.

GANHE DINHEIRO RESPONDENDO PESQUISAS NA INTERNET

12/09/2017

Se você chegou até aqui é porque você gostou, né? Então curta e compartilhe o Acidez Mental no Facebook com seus amigos! Seu clique é MUITO importante!

Comentários