OS ABSURDOS QUE INVENTAMOS SOBRE O SEXO

OS ABSURDOS QUE INVENTAMOS SOBRE O SEXO
Recentemente, o Policy Mic juntou uma lista irada dos mitos sobre sexo que precisamos parar de ensinar às “jovens garotas impressionáveis”. Mas as meninas não são as únicas cuja formação sexual pode melhorar ou corromper a maneira que uma pessoa interage com sua sexualidade pelo resto da vida.
De acordo com um estudo feito pelo CDC, apenas 81% dos homens aprendem a dizer “não” ao sexo até o colegial, e tristes 62% conhecem diferentes métodos de controle de natalidade.
Ideias ultrapassadas quanto ao papel dos gêneros afetam a vida dos homens tanto quanto influenciam as mulheres. Antes que todos possamos transar melhor, aqui vão algumas mentiras que precisamos parar de contar aos garotos sobre o que um “homem de verdade” faz na cama.
 
1. Um pênis grande é a única maneira de agradar uma mulher 
A prevalência de pessoas que dizem que o tamanho não importa só faz ferir a vida sexual dos outros. Um estudo publicado pelo Medical News Today mostra que a média está entre 12-14 centímetros, mas isto certamente não aparece no mainstream da pornografia. Todo esse papo a respeito de tamanho deixa os caras ansiosos e inseguros quanto à capacidade de dar prazer a suas parceiras. A realidade, entretanto, é outra: 77% das mulheres não se importam nem um pouco com o tamanho do pênis. Como diz o velho ditado, o que importa não é o tamanho da ferramenta , mas o jeito que você a usa.
2. Sexo genuíno dura pelo menos uma hora 
Muita gente enfatiza quanto tempo os homens devem levar pra gozar, e existem diversos produtos que tentam ajudá-los a continuar lá, suando a testa por horas e horas. No entanto, o sexo com penetração vaginal dura em média apenas 7.3 minutos. Pelo visto a “rapidinha” é a verdadeira norma. Na cama, a duração da transa é uma questão de respeito e do quanto um quer agradar o outro. Hora de esquecer o relógio meu chapa!
3. Tudo é sexo para o homem 
Assim como existe o mito de que as mulheres não tem tanta vontade de transar quanto os homens, a sociedade também assume que os homens são criaturas infatigáveis, zumbis implacáveis do sexo. Não há nada de errado em não querer sexo e, de vez em quando, os caras também não estão na pegada.
4. O sexo acaba quando o homem goza 
Da mesma forma que muitas mulheres não conseguem gozar somente através da penetração, sexo ainda é sexo sem a presença do orgasmo masculino. Normalmente, os homens levam cerca de 7 a 14 minutos para gozar numa transa, considerando que elas precisam de 10 a 20 minutos — o que significa que a relação sexual não precisa acabar somente porque o homem ejaculou. Pensar dessa maneira coloca muita pressão sobre o orgasmo do cara, que acaba deixando o prazer da parceira em segundo plano.
5. O que você assiste nos filmes pornô é o que acontece quando transamos  
A pornografia é cheia de pênis enormes, mulheres gemendo para sempre, fetiches e atos de sexo extremo. Eventualmente os homens se dão conta, após a primeira relação sexual, de que a coisa envolve muito mais do que apenas “descer a lenha”. Ignorar as diferenças entre o sexo e o universo pornô — entretenimento e realidade — prejudica o relacionamento e gera tensão na rotina sexual do casal.
6. Homens sempre devem iniciar o sexo  
Isso simplesmente não é verdade. Os homens sempre são encularrados, forçados a dar o primeiro passo — o primeiro a ligar, o primeiro a pedir pra sair, o cara que conduz a garota até o quarto. Mas a verdade, porém, é que iniciativa alguma é capaz de torna alguém “viril”, portanto decidir quando é o momento certo cabe a ambos.
7. Comprar camisinhas é papel dos homens 
Espera-se que os homens comprem as camisinhas enquanto as mulheres simplesmente esperam a proteção chegar. Pode fazer sentido que os caras queiram escolher o preservativo do tamanho e sabor de sua escolha, mas isso não quer dizer que eles são os únicos que deveriam estocar algumas.
8. Todo mundo está transando por aí 
Um estudo de 2013 revelou que, enquanto a expectativa é de que a maioria dos estudantes do ginásio já tenham perdido a virgindade, na verdade apenas 35% dos adolescentes de 16 anos transaram pela primeira vez. Isso significa que nem todo mundo está se dando bem no seu lugar. Enquanto filmes como O Virgem de 40 Anos retrata o fato de não manter relações sexuais como um emblema da vergonha, o fato é que existem tempos de calmaria e sossego no desejo sexual das pessoas, e a frequência pode variar durante a vida.
9. Gostar de ‘fio-terra’ significa que você é gay 
Aqui vai uma pequena lição: homens, gays ou héteros, possuem uma próstata. É uma glândula do tamanho de uma noz que faz parte do sistema reprodutivo do cara. Por causa dela, o homem consegue atingir o orgasmo através do sexo anal ou da massagem prostática. O polêmico ‘fio-terra’ não tem nada a ver com orientação sexual.
10. Homens não podem pegar certos tipos de DST 
Existem grandes rumores por aí de que alguns homens, principalmente os heterossexuais, são imunes a certas doenças sexualmente transmissíveis. Isso não é verdade. Algumas DSTs podem não ficar tão evidentes no sexo masculino, como o HPV, mas mesmo assim  ele continua capaz de contrair e espalhar DSTs, incluindo o HIV. Só porque os homens apresentam sintomas diferentes das mulheres isso não quer dizer que a gente tenha poderes supra-humanos.
11. O sexo estará garantido se você pagar a conta  
Sexo — a menos que uma das partes esteja sendo paga — não é comércio ou negociação. Ao sacar o cartão de crédito quando a conta chegar tenha em mente que não necessariamente você será recompensado com sexo. Aliás, lembre-se que seu ato não significa nada, exceto que você pagou por um frango com parmesão.
12. Quando homens não conseguem uma ereção é porque não querem transar 
Às vezes os caras não têm uma ereção. Isso pode acontecer porque ele não está a fim,  bebeu demais, ou está tomando alguma medicação, está deprimido…Na verdade, há milhões de razões para explicar uma broxada. Enquanto alguns estudos afirmam que 52 por cento dos homens já sofreram disfunção erétil em algum momento de suas vidas, é importante observar que a presença ou não de uma ereção no quarto nem sempre revela o grau de desejo sexual. E isso não tem nada a ver com masculinidade.
13. Homens pensam em sexo a cada sete segundos 
Vamos lá, é claro que não. Segundo uma pesquisa feita pelo Kinsey Institute, 54% dos homens pensam em sexo todos os dias ou várias vezes ao dia, 43% algumas vezes por mês ou por semana; enquanto isso, apenas 4% pensa em sexo somente uma vez por mês. E você, já parou pra contar?

Fonte: Área H

21/04/2018

GANHE DINHEIRO RESPONDENDO PESQUISAS NA INTERNET


Se você chegou até aqui é porque você gostou, né? Então curta e compartilhe o Acidez Mental no Facebook com seus amigos! Seu clique é MUITO importante!

CLICA AQUI VAI

Comentários