OS 10 MOTIVOS QUE PODEM FAZER UM MOTORISTA SER EXPULSO DA UBER

OS 10 MOTIVOS QUE PODEM FAZER UM MOTORISTA SER BANIDO DA UBER

A Uber possui algumas políticas que definem quem pode e quem não pode prestar serviços usando a sua plataforma, e, ao ferir estes termos, os motoristas podem perder a autorização de transportar passageiros.

Estes são os termos que podem fazer o motorista da Uber perder sua licença, conforme explicado por Harry Campbell, criador de um blog e um podcast chamado The Rideshare Guy voltado para discutir este mercado. As regras podem variar de lugar para lugar, no entanto, mas as regras abaixo dão o tom de como a empresa quer que seus motoristas se comportem:

Não passar na verificação de antecedentes

 Essa é óbvia. Se a Uber encontrar antecedentes criminais, ela não deverá arriscar a segurança dos passageiros, e a pessoa não poderá prestar serviços para a companhia.

Avaliação inferior a 4,6

Já reparou que você nunca pegou um motorista com avaliação realmente baixa? Isso não é sorte. Os prestadores de serviço precisam receber uma boa nota do público, ou correm risco de perder a autorização de pegar passageiros.

Oferecer muitas corridas grátis

A Uber não quer seus motoristas dando caronas por aí. A empresa monitora os hábitos de motoristas para ver se ele não está agindo de forma irregular. Um caso comum é quando o motorista começa a pegar muitas vezes o mesmo passageiro, mas eles começam a burlar o aplicativo pagando em dinheiro.

Cancelar muitas corridas

Se a empresa reparar que o motorista está rejeitando muitas corridas, isso é motivo para desativação do serviço. A recomendação é manter a taxa de cancelamento abaixo de 10% para evitar problemas.

Ter outra pessoa (não-passageira) no carro

Por motivos muito simples: a outra pessoa não passou pela verificação de antecedentes, e pode ser um risco para o passageiro. Isso não vale, óbvio, para o UberPOOL, o serviço da empresa que faz com que passageiros que não se conhecem dividam a corrida se tiverem destinos parecidos.

Cancelar a corrida porque o trajeto é muito curto

Se o motorista não aceitar um passageiro porque o trajeto é curto demais (e consequentemente o ganho será baixo), é algo que a Uber não aceita. Se o usuário reportar o caso, o motorista pode ter sua conta desativada.

Rejeitar animais de serviço

Como os motoristas não são funcionários da Uber, e sim prestadores de serviço, a empresa não dá muito treinamento a eles. Isso quer dizer que alguns podem não saber lidar com animais como cães-guia e rejeitar transportar uma pessoa cega com um animal. Isso é motivo para desativação da conta.

Não prestar pelo menos uma corrida por mês

Essa é fácil. Se o motorista não está trabalhando para a plataforma, a Uber também não o mantém em sua plataforma.

Falar mal da empresa

Essa não é uma regra oficial, mas aparentemente é assim que funciona. Campbell conta que a empresa já desativou a conta de motoristas que usaram suas redes sociais para falar mal da Uber. Não é uma prática recomendável.

Promover um competidor

Essa é um reflexo da situação da empresa no exterior, que já sofreu muitos processos. A Uber não pode barrar motoristas de prestar serviço para outras empresas similares ao mesmo tempo, mas se a Uber reparar que o motorista está promovendo a concorrência, pode bani-lo do sistema.

Fonte: Olhar Digital

27/01/2018

GANHE DINHEIRO RESPONDENDO PESQUISAS NA INTERNET


Se você chegou até aqui é porque você gostou, né? Então curta e compartilhe o Acidez Mental no Facebook com seus amigos! Seu clique é MUITO importante!

CLICA AQUI VAI

Comentários