O MANUAL BÁSICO DO SEXO SEM COMPROMISSO

MANUAL BÁSICO DO SEXO SEM COMPROMISSO

Salvo exceções atemporais, primeiro era necessário estar casado para transar. Depois os tempos mudaram e namorados já faziam sexo. Depois inventaram essa história de ficar e os ficantes já podiam transar.

E com toda essa evolução sexual, hoje em dia não é mais necessário nenhum vínculo para se ter sexo.

Graças ao advento da camisinha, aos movimentos de igualdade entre os sexos e aos motéis espalhados pela cidade, sexo pode ser casual e livre de qualquer compromisso!

Então vamos às dicas de como se dar bem no moderno e delicioso mundo do ‘one night stand’:

– Se o sexo vai ocorrer com alguém que você não mantém um relacionamento, já está implícito que ele é sem compromisso. Não é necessária uma explicação prévia: ‘Olha… nós dois não temos nada. Acabei de sair de um relacionamento e não quero me comprometer, bla bla bla’! Isso é broxante…

– Na hora de dar a entender o que quer, seja direta, porém sutil. ‘Vamos transar?’ não é a pergunta certa se fazer. Para quem mora sozinha, ‘Que tal dar um pulo lá em casa para ver um DVD’ é a frase chave. Sexo está implícito quando a pessoa vai até a sua casa e vice-versa. Não quer transar, fique na sua própria casa ou marque encontros em lugares públicos. Ir com ficante à casa dele(a) é sinônimo de transa.

– Para quem não mora sozinho, o esquema é marcar um barzinho perto de um (h)motel. Depois que o clima descontrair, a frase chave: ‘Que barulheira aqui! Podíamos ir pra outro lugar’. Convite aceito = sexo garantido.

– Sexo sem compromisso é pra ser mantido em segredo, principalmente se as partes têm conhecidos em comum. Se uma galera inteira ficar sabendo e começarem as fofocas machistas, o que era pra ser divertido vira um desastre.

– Mulheres: é pouco provável que um homem que saiu com você recuse um convite para sexo sem compromisso. Então, se você sabe que aquele não é o seu príncipe encantado e está com vontade, não há nada demais em investir na idéia. Aproveite sua posição privilegiada na hora de propor!

– Homens: nada de machismo com suas companheiras de sexo sem compromisso. E se a guria disser que precisa ir pra casa, ou algo do tipo, considere o esquema miado. Ela não quer dar. Tente novamente outro dia ou com outra pessoa…

– Nunca deixe de usar preservativo. Muito menos se a outra parte insistir. Se ele(a) faz sexo sem camisinha com você, quer dizer que faz com outros. Seja comprometido pelo menos com a sua saúde!

– Nem todo mundo faz sexo oral em parceiros de sexo sem compromisso. Aí vai de cada pessoa saber se fica à vontade ou não para tal. Se não rolar, não ache estranho.

– Em geral, não busque práticas muito arriscadas de sexo com um(a) companheiro(a) que você não conhece. Antes de bater, amarrar, fazer fio terra, entre outros, verifique se a outra parte está de acordo!

– Não tenha medo de pedir o que você realmente gosta e direcionar se houver algo errado. O diálogo é o segredo do sexo sem compromisso, já que em muitos casos falta intimidade.

– Não ligue no dia seguinte. Mande no máximo uma mensagem de texto ou um scrap. Procurar muito o parceiro do sexo sem compromisso dá a entender que você está querendo se comprometer.

– Ao perceber que está se apaixonando, pare tudo. Se não for mútuo, é melhor interromper antes de se machucar pra valer.

– Maior vantagem: se o sexo for ruim, você pode fingir que nada aconteceu e não tem que dar nenhuma explicação a ninguém!

GANHE DINHEIRO RESPONDENDO PESQUISAS NA INTERNET

07/09/2017

Se você chegou até aqui é porque você gostou, né? Então curta e compartilhe o Acidez Mental no Facebook com seus amigos! Seu clique é MUITO importante!

Comentários