DESFAZENDO MITOS E CONFIRMANDO VERDADES SOBRE SEU MELHOR AMIGO: O PÊNIS

DESFAZENDO MITOS E CONFIRMANDO VERDADES SOBRE SEU MELHOR AMIGO: O PÊNIS

Por muito tempo, o pênis é/foi considerado como um símbolo de força e poder. Símbolo esse, que mesmo diante do status que proporciona para o seu dono, é norteado por muitos mitos e tabus.

Vamos desfazer alguns mitos e confirmar algumas verdades sobre o seu melhor amigo: o pênis.


O TAMANHO NORMAL DE UM PÊNIS ERETO NÃO PODE SER MENOR DE 14 CM?

Mito. Segundo a Sociedade Brasileira de Urologia, o tamanho do pênis pode variar de 8 a 20cm, em ereção. Os pênis que se enquadram dentro dessa faixa são adequados para proporcionar uma relação sexual prazerosa ao casal. No Brasil, o pênis do homem adulto mede, em média, entre 12,9 e 15,1cm, quando ereto. Portanto, não se decepcione ao comparar seu membro com os de atores de filme pornôs. Esses atores, na realidade, são uma exceção à regra e podem acabar machucando suas parceiras e parceiros.


EXISTEM HOMENS COM MICROPÊNIS?

Verdade. É considerado um micropênis o órgão sexual masculino que, em ereção, meça até 7 cm. Essa condição ocorre em um a cada 100 homens e em 50% dos casos é devido a problemas endócrinos. Em outros 15%, o problema se dá por causa da insensibilidade ao hormônio masculino, à testosterona, e em 10% dos casos ocorrem por motivos desconhecidos.


TAMANHO É IGUAL À POTÊNCIA?

Mito. Muitos homens se preocupam com o tamanho do pênis e sofrem por causa disso, porque a sociedade insiste em fazer a associação entre tamanho e potência. Um pênis de tamanho grande nem sempre tem um ótimo desempenho sexual. A potência ou capacidade de manter o pênis com ereções firmes e prolongadas não é um atributo próprio dos homens supostamente melhor dotados. A potência sexual depende de muitos fatores, e o principal deles é a capacidade de manter a concentração nos estímulos sexuais recebidos. Para tanto, é necessária a atenção completa e permanente à relação, sem a interferência de ideias, medos ou inseguranças que criem conflitos neste momento. Outro ponto importante a ler levado em consideração nesse caso, é que a profundidade média de uma vagina varia entre 9 cm e 12 cm e a extensão média que vai do ânus – resto – início do intestino não passa de 10 cm, sendo assim, pênis muito maiores de a média normal, podem ser desconfortáveis e prejudiciais a saúde de seus parceiros (as). Além disso, a região com maior sensibilidade da vagina está nos primeiros 4 cm e do anos, nos 2 primeiros cm, além de que a próstata, no caso masculino, também pode ser estimulada na penetração, logo no inicio do reto.


NEGROS SÃO “SUPERDOTADOS” E ORIENTAIS TÊM PÊNIS PEQUENO?

Mito. No entanto, não é uma lenda infundada, porque os negros de fato têm, em média, o tamanho de pênis de 1 cm a 2 cm maior do que de homens brancos. Já os orientais possuem, em geral, o membro de 1 cm a 2 cm menor do que de homens brancos. Não é nenhuma grande diferença e os dados não se aplicam a mestiços. O tamanho varia de homem para homem, de acordo com a sua genética.


É POSSÍVEL AUMENTAR O TAMANHO DO PÊNIS?

Verdade. A cirurgia para o aumento peniano é chamada de faloplastia e é indicada apenas para quem sofre de micropenia. O processo consiste no corte dos ligamentos que unem a parte interna do pênis ao osso pubiano. O corte libera cerca de 2 cm a 4 cm da parte pendular do membro, deixando-o maior. O pós-operatório, no entanto, deve ser acompanhado de fisioterapia com aparelho extensor. Caso o paciente não siga o procedimento corretamente, pode ter o resultado oposto ao desejado: o pênis pode ficar menor do que era antes. Observação: Aparelhos, géis, comprimidos e truques disseminados na internet, que prometem aumentar o tamanho do pênis, não possuem nenhum deles, até o momento, comprovação de sua eficácia. Alguns desses métodos podem causar um inchaço no órgão, o que causaria uma ligeira impressão de aumento, mas nada que seja realmente verdade. Pelo contrário, causar lesões e usar produtos não testados podem danificar de forma irreversível a anatomia do seu pênis, causado perda de função e necessidade de amputações. Fique sempre atento as propagandas e jamais coloque em risco sua saúde e integridade física.


É POSSÍVEL QUEBRAR O PÊNIS?

Verdade. O órgão sexual não é composto por um osso, mas pode ser fraturado. Segundo o urologista Nuno Monteiro Pereira, em entrevista para o site português Sapo, a fratura do pênis “consiste na ruptura traumática da albugínea, membrana que contém o tecido cavernoso peniano quando este está cheio de sangue sob pressão”. A situação é rara e, em geral, acontece com homens mais jovens, impulsivos e inexperientes. Quem sofre fratura no pênis, além de sentir muita dor, tem que passar por uma cirurgia para recuperar do membro. É importante lembrar que posições muito criativas, peso e pressão excessiva sobre o pênis ereto, também podem causas torções ao membro, o que causa bastante dor e inchaço. Em caso de dúvidas e acidades, procure ajuda médica imediatamente.



MASTURBAÇÃO DIMINUI O TAMANHO DO PÊNIS?

Mito. Masturbar-se é um ato totalmente normal é saudável, uma vez que é prejudicial ao homem, não estimular a produção e liberação de espermatozoides, bem como estimular a próstata, para aqueles que passam longos períodos sem ejacular. Masturbação não diminui o tamanho, afina o membro, nem faz com que ele perca a sensibilidade. É por outro lado um ato saudável.


HOMENS CIRCUNCIDADOS TÊM MENOS RISCO DE CONTRAIR HIV?

Verdade. Segundo dados divulgados pela Organização Mundial da Saúde, aqueles com parte ou a totalidade do prepúcio (pele que cobre a glande) cirurgicamente removida têm 60% menos chance de contrair o vírus. O motivo pelo qual isso ocorre é o fato que a cirurgia torna mais fácil a higienização do local, reduzindo o risco de infecções. Mas atenção: especialistas indicam que a remoção da pele pode diminuir a sensibilidade do órgão. A circuncisão preventiva é recomendada apenas em populações com baixo nível de higiene (e, consequentemente, maior risco de infecção).


O PÊNIS MUDA DE TAMANHO AO LONGO DOS ANOS?

Mito. O pênis chega a seu tamanho máximo após a puberdade masculina e após isso ele não irá aumentar ou diminuir de forma natural, por mais que o tempo passe e o homem envelheça. Lembre que o seu pênis só ficará menor se você fizer alguma cirurgia relacionada a câncer pélvico ou câncer de próstata. Caso contrário, o tamanho do seu pênis será o mesmo no decorrer dos anos. Outro fator que pode influenciar na percepção visual do seu pênis, é o ganho de peso. O acumulo de gordura, pode esconder um pouco da base do pênis, fazendo- o parecer menor. Mas na realidade, ele não diminuirá.


O PÊNIS PODE SER TORTO?

Verdade. O pênis pode sim ter um leve desvio para direita ou esquerda, quando ereto. Isso é normal, e ele também não necessariamente será reto e cilíndrico, porém se o homem tem um pênis com uma curvatura para cima, num ângulo de 30° ou maior ele pode sofrer doença de peyronie e deve procurar ajuda profissional para resolução do problema.


TAMANHO DOS PÉS É UM BOM INDICADOR DO TAMANHO DO PÊNIS.

Mito. Não existe nenhuma outra parte do corpo, na verdade, que possa dar indícios ou ter alguma relação com o tamanho do órgão.

Fonte: LiveScience

GANHE DINHEIRO RESPONDENDO PESQUISAS NA INTERNET

06/10/2017

Se você chegou até aqui é porque você gostou, né? Então curta e compartilhe o Acidez Mental no Facebook com seus amigos! Seu clique é MUITO importante!

Comentários