CURIOSIDADES CURIOSAS SOBRE A PLAYBOY

CURIOSIDADES SOBRE A PLAYBOY

Não, esse não é um texto proibido para menores de 18 anos, não trata-se de pornografia ou do chamado ‘nú artístico’ da Playboy, a revista masculina mais famosa do mundo.

Iremos mostrar o sucesso que essa empresa de mídia impressa e arte fez e faz há muitos anos e em diversso países de todos os continentes e ainda contaremos algumas curiosidades sobre a Playboy.

HUGH HEFFNER


O fundador vive cercado de beldades
Hefner chegou a ter sete namoradas ao mesmo tempo, desde que a revista foi criada. Atualmente, namora apenas Crystal Harris, de 23 anos, com quem pretende se casar.

No seu aniversário de 82 anos, Pamela Anderson causou muita polêmica ao ir nua e fazer um strip-tease para ele. Fontes dizem que ele e Pamela já fizeram sexo diversas vezes.

Hefner e sua atual namorada, quase 60 anos mais nova que ele.

A PLAYBOY


A 1ª Playboy
Playboy é uma revista de entretenimento erótico direcionada para o público masculino. Foi fundada em 1953 por Hugh Hefner. A primeira edição norte-americana teve na capa a atriz Marilyn Monroe, sendo levada curiosamente às bancas sem número na capa da edição, pois seu criador não tinha certeza de sua continuação. Na época de seu lançamento, a revista destacou-se como pioneira na exibição de fotografias de mulheres nuas.

Todo mês, a revista Playboy apresenta a seus leitores uma estrela principal: a capa da revista, a playmate do mês, bem como uma entrevista e reportagens sobre assuntos diversos do universo masculino.


A primeira Playboy do Brasil ainda se chamava “A Revista do Homem”
Agosto de 1975 chega as bancas a 1ª edição da Playboy no Brasil, porém devido a Ditadura Militar que julgava o nome Playboy erótico demais, a revista teve que mudar o nome e foi batizada como A Revista do Homem. Grandes nomes de peso participaram da publicação: Jorge Amado, Ziraldo, Pelé, Francis Forcopolla, Franco Montoro, Paulino da Viola entre outros. A capa foi com a Lívia Mundi. Agora conheça 34 fatos ocorridos durante nesses anos da revista no Brasil:

CURIOSIDADE: A Playboy, originalmente, não se chamaria Playboy O que hoje conhecemos como Playboy um dia poderia ter se chamado Stag Party. Stag significa viado em inglês, mas a expressão stag party traduz algo como uma festa pornográfica. De qualquer forma, que seria estranho, seria! O nome só não pegou porque outra revista com nome de Stag ameaçou um processo legal caso Hugh Hefner fosse adiante com a idéia. Que sorte a nossa, seríamos fãs de uma revista que chamava “Festa de Viados“!?

AS MAIS VENDIDAS


A Playboy mais vendida da história.
De acordo com a revista Mundo Estranho, edição 25 (março de 2004), a edição da Playboy mais vendida do mundo foi a de novembro de 1972, que trazia na capa a modelo Pamela Rawlings. Mesmo sem dados oficiais (já que a vendas da revista começaram a ser auditadas apenas em 1994), a editora que detém os direitos da Playboy nos Estados Unidos estima que essa edição tenha superado a marca de 7,1 milhões de exemplares vendidos. Depois que as vendas começaram a ser monitoradas, os números ficaram bem mais modestos. Nos últimos quatorze anos, a edição campeã de vendas estampava na capa a modelo e ex-lutadora de Wrestling Joanie Laurer, mais conhecida como Chyna.

Após a revista ser monitorada, o ranking mundial ficou assim:

1º Chyna (USA) – 1 389 200 exemplares
2º Farrah Fawcett (USA) – 1 351 100 exemplares
3º Sable (USA) – 1 258 900 exemplares
4º Feiticeira (Joana Prado) (Brasil) – 1 250 000 exemplares
5º Tiazinha (Suzana Alves) (Brasil) – 1 240 000 exemplares

CURIOSIDADE: O coelhinho da Playboy está escondido em quase toda capa. Você pode procurar bastante e não ver nada, mas reza a lenda que há uma tradição de esconder o mascote da Playboy nas capas da revista. Isso teria se iniciado em 1960 como uma maneira interessante de desafiar os leitores. Em meados dos anos 70, a redação da Playboy chegou a ser inundada com centenas e centenas de cartas de leitores rabugentos que procuravam, mas não encontravam nada. Os editores começaram, a partir daí, a colocar dicas nas páginas internas da revista.

CLUBES E CASSINOS

O sucesso da revista é inquestionável, mas a maior parte da exorbitante renda da Playboy tem origem nos seus clubes e cassinos desde a década de 60.

O formato do clube, inicialmente, era uma cópia de outro clube existente em Chicago, o Gaslight Club. Os membros recebiam “chaves” que garantiam a eles sua entrada exclusiva, onde mulheres poderiam servir-lhes drinks em trajes seminus e hiper sensuais. Na época, ser um membro era símbolo de status, algo como dizer que você era cool e queria viver o Playboy lifestyle. Apesar de as mensalidades girarem em torno de 50 dólares, é estimado que apenas uma pequena porcentagem dos membros chegou a realmente entrar no clube. As pessoas só queriam pertencer ao seleto grupo.

De 1959, quando o clube foi inaugurado, até o final de 1961 mais de 132 mil pessoas passaram por suas portas, transformando ele no clube mais movimentado do mundo à sua época.

A partir de então, o clube se expandiu para New Orleans e Miami (hoje em dia são mais de 40), e no seu primeiro ano de funcionamento, somente esses novos clubes, angariaram algo em torno de 4,5 milhões de dólares para a Playboy. A expansão para a Inglaterra, onde os clubes também funcionavam como cassinos, garantiram mais dinheiro para a Playboy como nunca ela havia ganho desde sua fundação.


A suíte Playboy no Palms em Las Vegas é a mais luxuosa do mundo.
A diária é alta, em torno de US$65.000,00 (sessenta e cinco mil dólares), mas por este preço você pode dar uma festa para até 250 pessoas nos quase 840m² da suíte Playboy do Palms. Entre os que se hospedaram na suíte, além do próprio Hugh Hefner, estão Britney Spears e Paris Hilton. A suíte tem uma piscina com paredes de vidro, pista de boliche, TVs de plasma espalhadas, e para finalizar, a melhor vista da “Strip” (avenida principal de Las Vegas).

CURIOSIDADE: A Playboy portuguesa agora não é mais vendida porque a capa de uma das edições tinha a imagem de Jesus Cristo

A MANSÃO DA PLAYBOY

Desde 1971, ano em que o magnata Hugh Hefner, 81 anos, fundador e editor-chefe da revista “Playboy”, comprou a casa e ali começou a dar polêmicas festas com a participação de suas auxiliares, a quem apelidou de coelhinhas, a casa desperta interesse. A Mansão Playboy é conhecida como o paraíso destinado aos pecadores. Lá, diz o conceito popular, as meninas brincam em trajes sumários, ou mesmo sem eles, como numa espécie de disneypornô.


Vista de cima da mansão da Playboy
GANHE DINHEIRO RESPONDENDO PESQUISAS NA INTERNET

09/12/2017

Se você chegou até aqui é porque você gostou, né? Então curta e compartilhe o Acidez Mental no Facebook com seus amigos! Seu clique é MUITO importante!

CLICA AQUI VAI

Comentários