OS 10 CARROS QUE VOCÊ NÃO DEVE COMPRAR. NUNCA! NEM ACEITAR DE GRAÇA!

OS 10 CARROS QUE VOCÊ NÃO DEVE COMPRAR. NUNCA! NEM ACEITAR DE GRAÇA!

Estas aberrações da engenharia automobilística seriam proibidas em qualquer país sério. Qualquer país decente, que preze pela vida, saúde e integridade dos seus cidadãos.

Infelizmente, a meta do governo tupiniquim é apenas uma: vender muito para bater a carteira dos incautos com impostos extorsivos. Não importa se o brasileiro está cavando a própria cova, seja financeiramente através das prestações com juros criminosos, ou por comprar carros absurdamente caros, ordinários, inseguros e frágeis como papelão que parecem que foram colados com cuspe.

Veja abaixo a lista das tranqueiras que você não deve aceitar nem de graça:

Chery QQ

Esse ridículo pokémon chinês não deveria ser vendido nem na China, claro, se o governo xing-ling não cagasse e andasse com a segurança da sua população que se multiplica feito ratos. Depois de receber péssimos resultados no crash test feito na Inglaterra pela VCA, ficou mais do que comprovado que o QQ, além de ter dimensões ridículas, tem uma estrutura frágil. É mais fácil capotar um QQ do que cagar sentado.

Celta

Para o mercado brasileiro o Celta é um bom carro. Manutenção fácil e barata, baixíssima desvalorização, motor potente e econômico na medida certa. O pecado do Celta é a segurança. O Celta foi eleito um dos carros mais inseguros vendidos no Brasil. É mais fácil morrer em um Celta do que pulando de uma ponte.

207

Manutenção cara. Valor de revenda péssimo e o pior resultado no crash test realizado pela LatinNCAP. Com airbag (!). Não precisa comentar mais nada. O Peugeot 207 só é bom para quem tem. Desde que não se acidente e não queira vender.

Effa M100

A revista Quatro Rodas interrompeu, pela primeira vez na história, o tradicional teste de longa duração. Adivinhe o porquê? Falta de segurança! O carro estava se desmantelando e para o bem dos jornalistas que avaliavam o carro, o teste teve que ser cancelado e o veículo, (pelo menos o que ‘sobrou’ dele) devolvido ao importador. Precisa dizer mais?

Fiat UNO (o novo)

Sua missão era substituir o xará Uno Mille, mas não passa nem perto disso. Econômico é só no nome e na fraquíssima versão 1.0 do Economy. A manutenção é cara e complicada e além de tudo é feio de dar pena.

Prisma

Manutenção fácil e barata, baixíssima desvalorização, potente e econômico na medida certa. O que destrói esse carro é a plataforma jurássica, acabamento pobre todo em plástico, tamanho, aerodinâmica e segurança.

Gol G4

Tudo bem, manutenção barata e fácil, econômico e relativamente seguro. O que faz com que esse carro entre na lista é o fraquíssimo 1.0 e o acabamento interno. Até pouco tempo esse carro não tinha nem marcador de temperatura!

Corsa Classic

Os mesmo problemas do Celta/Prisma com uma coisa pior ainda. Esse carro foi concebido em meados dos anos 90! Mexe aqui , ali e essa coisa continua velha! Esse carro não deveria ser bom nem pra taxista, mas estamos no Brasil…

207 SW/Escapade

É um carro até barato. Pense bem, perua, vários equipamentos de série por 37 mil e poucos. Só que a Peugeot se esquece que o 207 SW não é uma perua. É um hatch piorado. Fora isso, a desvalorização é tão grande, que é melhor você investir na bolsa de valores do Afeganistão.

Tata Nano

O que dizer de um carro horroroso fabricado em um país miserável e fedorento, cujas vacas, sagradas, perambulam incautas cagando por toda parte, deixando tudo mais miserável e fedido? Só pode ser piada. Nem vou descrever aqui as vezes que em esta aberração Made in India sobre rodas foi reprovada em TODOS os testes internacionais (sérios) de segurança. A lista seria looooonga. Um saco de ler.

GANHE DINHEIRO RESPONDENDO PESQUISAS NA INTERNET

13/08/2017

Se você chegou até aqui é porque você gostou, né? Então curta e compartilhe o Acidez Mental no Facebook com seus amigos! Seu clique é MUITO importante!

CLICA AQUI VAI

Comentários