AS 10 COISAS SOBRE OS CARTÕES DE CRÉDITO QUE OS BANCOS NUNCA VÃO TE CONTAR

AS 10 COISAS SOBRE OS CARTÕES DE CRÉDITO QUE OS BANCOS NUNCA VÃO TE CONTAR

Hoje em dia praticamente todo mundo tem cartão de crédito. São poucas as pessoas que eu conheço que não usam o cartão para fazer as compras, pelo fato de eles serem mais seguros e possibilitarem que as compras sejam efetuadas mesmo quando não existe dinheiro na conta no momento da transação (a fatura vem, mas apenas no final do mês).

Mesmo o cartão de crédito sendo uma coisa extremamente corriqueira, nem todo mundo sabe como que eles funcionam, nem que eles podem simplesmente arruinar as finanças se usados da maneira incorreta. Sabendo disso, fizemos um levantamento de 10 coisas sobre os cartões de crédito que provavelmente o gerente do seu banco não vai te contar.

1- Mudar de banco
Se por acaso você tem uma dívida em um banco com taxas muito altas e quer pagar a conta gastando menos é possível transferir a cobrança para outra instituição. Para isso, entre em contato com o banco para onde você quer transferir a dívida. Se eles te aceitarem como cliente você pode fazer a portabilidade.

2- Compras em dólar
Ao fazer qualquer tipo de compra em dólar (seja fora do país ou então pela internet) você não consegue ter o valor exato de quanto vai pagar no produto quando a fatura chegar. Isso porque, independente da compra ter sido feita em uma época de dólar baixo, a quantia vai ser convertida no valor que o dólar estiver no dia do fechamento.

3- Cartões de crédito pelo correio
Se por acaso você já recebeu pelo correio algum tipo de cartão de crédito sem pedir, reclame! Essa prática, apesar de comum, é proibida pelo Código de Defesa do Consumidor. A maioria das instituições vai dizer que o cartão só será cobrado se você usá-lo para fazer compras. Porém você pode ter problemas se por acaso esse cartão for extraviado, por exemplo.

4- Os dígitos dos cartões
Você certamente já observou que os cartões de crédito contam com uma série de números (16 para ser exato). Esse código traz todas as informações da sua conta. O primeiro dígito mostra qual é a bandeira do seu cartão (Visa, Master, etc). Do 2o ao 6o, ficam os dados do banco que emitiu o cartão. Do 7o ao 15o número ficam o número da sua conta. Já o último (também conhecido como dígito de verificação) serve para analisar se toda a combinação anterior realmente é válida.

5- Tarja metálica
Você alguma vez já se perguntou como a maquininha lê aquela tarja metálica? Todos os seus dados estão naquela tarja, divididas em três linhas de informações. Agora, com os novos modelos de cartões, os chips também carregam esses dados!

6- Serviços gratuitos
Quando você contrata um cartão obrigatoriamente deve receber alguns serviços gratuitos (o Banco Central exige isso das instituições), como por exemplo receber o cartão sem pagar, ter direito a duas transferências e quatro saques por mês sem pagar por isso.

7- Atrasando os pagamentos
Quando você parcela uma fatura ou só realiza o seu pagamento mínimo está entrando num “buraco de juros”. Esse tipo de serviço até parece ser uma boa ideia, mas é justamente aí que os cartões aproveitam para tirar uma graninha. Antes de fazer qualquer tipo de parcelamento de cartão, faça as contas de quantos reais vão ser acrescidos no valor total. Você vai perceber que, dependendo da quantidade de parcelas, você pode acabar pagando mais dinheiro nos juros do que na sua compra em si.

8- Código de segurança
Os sites de compra pela internet sempre pedem o código de segurança do cartão na hora de efetuar as compras. Esses números ficam no verso do cartão e servem justamente para isso: proteger e assegurar que ninguém vai usar o seu cartão indevidamente (uma dica do MMP: nunca passe esse número pra ninguém, ok?!)

9- Encargos
Além de se preocupar com os juros dos pagamentos atrasados, um outro cuidado que você deve tomar é com os encargos contratuais. A cada saque, extrato, transferência e serviço que você usa do banco, uma pequena taxa é cobrada. Da próxima vez, preste atenção na quantidade de dinheiro que acaba sendo perdido nesses detalhes.

10- Cartões VIP

Subentende-se que quem tem cartões Platinum ou Gold, tem mais condições financeiras e por isso pode pagar juros mais altos, certo? Errado! Os juros e encargos desses cartões são bem mais baixos. Enquanto a maioria paga em torno de 12% a 15% de encargos, clientes VIP pagam apenas de 2% a 4%. Isso porque, segundo os bancos, bons pagadores precisam de recompensas.

Eu já senti na pele o item sete. Uma vez tive que parcelar a fatura do cartão e paguei uma facada de diferença. Recomendo que ninguém faça isso, porque definitivamente não é legal!

Você, leitor, já passou por algum dos probleminhas apresentados, ou teria mais algum “segredo” para compartilhar conosco? Deixe nos comentários!

06/05/2018

GANHE DINHEIRO RESPONDENDO PESQUISAS NA INTERNET


Se você chegou até aqui é porque você gostou, né? Então curta e compartilhe o Acidez Mental no Facebook com seus amigos! Seu clique é MUITO importante!

CLICA AQUI VAI

Comentários