APLICATIVOS PARA ANDROID QUE DEVORAM SUA BATERIA E MEMÓRIA QUE VOCÊ PRECISA EXCLUIR IMEDIATAMENTE

APLICATIVOS PARA ANDROID QUE DEVORAM SUA BATERIA E MEMÓRIA QUE VOCÊ PRECISA EXCLUIR IMEDIATAMENTE

O Google Play é uma excelente plataforma para os novos desenvolvedores que desejam criar seu próprio aplicativo, porém um tanto perigoso para o seu Android. Nem todos têm boas intenções e alguns desses programas podem ser usados para coletar seus dados, enviar suas informações pessoais para terceiros e até mesmo esvaziar sua conta bancária.

N° 1: Aplicativos de meteorologia

Os aplicativos de meteorologia ganharam popularidade quase viral quando foram lançados e, quase com a mesma rapidez, sofreram uma enxurrada de ataques de vírus. Houve até um exemplo de carregamento de um vírus do tipo “Cavalo de Tróia” em um desses programas, que coletava os dados do proprietário do smartphone e os enviava aos invasores. Eles estavam especialmente interessados nos números dos cartões de crédito.

A popularidade dos apps de meteorologia está diminuindo: é muito mais fácil e consome menos bateria visualizar as previsões climáticas nas páginas de busca do celular.

N° 2: Redes sociais

Esse tipo de aplicativo também ganhou popularidade rapidamente, mas logo o público perdeu o interesse. Nesse caso, os hackers não tiveram participação, mas sim, o próprio programa: consome muita bateria e memória do celular. Por esse motivo, eles passam a funcionar com notável lentidão. Por exemplo, os usuários do Facebook acharam a versão do navegador mais conveniente, fazendo com que muitos voltassem a ela depois que testaram o aplicativo.

N° 3: Otimizadores

O Clean Master e outros otimizadores similares são responsáveis pela limpeza conveniente do cache e pela eliminação de aplicativos desnecessários. No entanto, a maioria dos smartphones modernos tem funções similares incorporadas no sistema, o que torna esses aplicativos inúteis, já que sua única função é consumir a bateria do telefone. Portanto, eles não servem para “acelerar o sistema” como prometem, mas sim diminuir a velocidade de seu smartphone e importunar o usuário com publicidade.

N° 4: Navegadores integrados

Os navegadores integrados são instalados no firmware do telefone e no geral são muito mais lentos e pouco conhecidos. Na maioria dos casos, eles são abertos acidentalmente quando clicamos em um link porque, ao contrário do Google Chrome, esses programas não têm proteção contra interceptação de dados e atrasam o sistema.

N° 5: Antivírus de desenvolvedores não verificados

Quando os hackers começaram a invadir telefones e roubar dados, os “defensores” para telefones móveis começaram a ser criados. Então, os criminosos precisavam encontrar uma nova maneira de invadir os smartphones: criar seus próprios antivírus. Esses programas podem roubar dados pessoais e até bloquear o telefone de seus usuários, privando-os por completo de mexer em seu aparelho. Com um aplicativo desse tipo, não é necessário ter outros arquivos infectados.

N° 6: Navegadores com funções adicionais

Essa categoria inclui navegadores com funções especiais, como assistir a vídeos ou transmissões. No entanto, esse tipo de aplicativo tem dois inconvenientes importantes. Em primeiro lugar, a quantidade de publicidade integrada é impressionante, incrivelmente incômoda e dificulta a navegação na rede. Em segundo lugar, não podemos deixar de ter cuidado com a invasão de privacidade: os aplicativos exigem acesso a várias seções, incluindo o gerenciamento de chamadas, o que torna esse tipo de app pouco seguro.

N° 7: Aplicativos para aumentar a quantidade de RAM

Os aplicativos para aumentar a quantidade de memória RAM são na verdade iguais aos otimizadores: servem apenas para limpar o cache de tempos em tempos, algo que o telefone pode fazer por si mesmo. Quanto à memória, não mudaria nada do que já vem de fábrica. Portanto, esses programas só gastarão recursos e existe a possibilidade de coletarem seus dados.

N° 8: Detectores de mentira

Esses tipos de aplicativos não podem ser levados a sério. Foram criados exclusivamente para entretenimento. Talvez no futuro, quando os smartphones estiverem equipados com sensores biométricos, eles possam ler as alterações no ritmo cardíaco ao responder perguntas. Mas, por enquanto, esses programas são tão úteis quanto uma bola de cristal. Como todos os apps semelhantes, eles apenas consomem bateria. Além disso, não é necessário ter acesso aos seus contatos ou dados pessoais para funcionar. Portanto, se o aplicativo solicitar esse tipo de acesso, é melhor não instalar.

N° 9: Desfragmentadores

Os aplicativos para desfragmentar o disco rígido ganharam imensa popularidade imediatamente após o seu lançamento, pela analogia com programas semelhantes para o computador pessoal. Mas, para um telefone, não há disco rígido para desfragmentar: esses aplicativos apenas analisam a quantidade de espaço ocupado por certos programas na memória interna. Além disso, eles também gastarão os recursos do smartphone e poderão coletar seus dados.

Dado o atual boom no desenvolvimento de aplicativos, o Google não consegue rastrear e verificar todos os novos programas. Sendo assim, a segurança do smartphone e o desempenho dependem muito do bom senso do usuário. É importante escolher com cautela qual app instalar. Escreva nos comentários quantos aplicativos da nossa lista você encontrou no seu dispositivo.

Fonte: Incrível

20/06/2018

GANHE DINHEIRO RESPONDENDO PESQUISAS NA INTERNET


Se você chegou até aqui é porque você gostou, né? Então curta e compartilhe o Acidez Mental no Facebook com seus amigos! Seu clique é MUITO importante!

CLICA AQUI VAI

Comentários