50 COISAS QUE VOCÊ PRECISA FAZER NO RIO DE JANEIRO PELO MENOS UMA VEZ NA VIDA

50 COISAS QUE VOCÊ PRECISA FAZER NO RIO DE JANEIRO PELO MENOS UMA VEZ NA VIDA

Os cariocas – nativos ou por opção – sabem bem: há algumas coisas que todo mundo precisa fazer na Cidade Maravilhosa, pelo menos uma vez na vida.

Ainda que alguns sejam bem clichê, são imperdíveis e fazem parte da cultura do Rio de Janeiro.


Tomar café da manhã na Confeitaria Colombo

Inaugurada em 1894, a Colombo é uma das mais tradicionais do Brasil e símbolo da belle époque carioca. O cardápio atraente faz par com a decoração art nouveau e encanta gerações.

Onde: Rua Gonçalves Dias, 32 – Centro


Fazer um piquenique no Parque Lage

Tombado pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional, o Parque Lage fica aos pés do Corcovado e tem um palacete que abriga a Escola de Artes Visuais. Seu extenso gramado é um cenário sempre procurado para o piquenique.

Onde: Rua Jardim Botânico, 414


Tomar banho de cachoeira no Horto

É a mais famosa do Rio e está localizada na região do Jardim Botânico. Tem uma queda d’água de 20 metros, que depois forma uma pequena piscina. É uma das belas cachoeiras originadas pelo Riacho Pai Ricardo.

Onde: Rua Pacheco Leão, Estrada Dona Castorina. A trilha é logo depois do Portão dos Macacos


Aplaudir o pôr-do-sol no Arpoador

Um dos maiores clichês cariocas, o pôr-do-sol na Praia do Arpoador é de uma beleza tão singular que, não à toa, é motivo para muito cartão postal. É bem difícil não aplaudir.


Caminhar na Pista Claudio Coutinho

O local, que tem o nome do ex-treinador do Flamengo e da Seleção Brasileira, é ideal para quem pratica exercícios físicos, para dar uma corrida, caminhada, ou simplesmente usufruir daquele contato com a natureza. A entrada pela Praia Vermelha garante um passeio pelo costão do Pão de Açúcar e depois pela Mata Atlântica.

Onde: via Praia Vermelha, s/n – Urca


Admirar a vista do Parque das Ruínas

Hoje um importante centro cultural em Santa Teresa, o Parque das Ruínas foi residência Laurinda Santos Lobo, que foi importante ativista pelos direitos da mulher. O complexo arquitetônico foi um dos destaques da Belle Époque carioca, em meados de 1900 e frequentado por nomes importantes como Villa-Lobos e Tarsila do Amaral. A vista panorâmica rende fotos de diversos pontos do Rio, como a Baía de Guanabara e o Centro da Cidade.

Onde: Rua Murtinho Nobre, 169 – Santa Teresa


Assistir a um concerto no Theatro Municipal

Fundado em 1909, passou por uma intensa reforma restauradora e foi reinaugurado em 2010. Um dos mais belos teatros do país, o Municipal abriga apresentações de orquestras sinfônicas, balé e diversas premiações.

Onde: Praça Floriano, s/n – Centro


Ler no Real Gabinete Português de Leitura

Com a maior coleção de obras portuguesas fora de Portugal, o Real Gabinete abre apenas em horário comercial e foi inaugurada pela Princesa Isabel, em 1887. Também foi cenário do filme “O Xangô de Baker Street”. São mais de 350.000 títulos, alguns bem raros.

Onde: Rua Luiz de Camões, 30 – Centro


Curtir um show no Circo Voador

Uma das mais importantes casas de show do Rio de Janeiro, o Circo Voador tem o palco voltado para os Arcos da Lapa e capacidade para receber até 2.000 pessoas. Por lá, já passaram apresentações históricas, tanto nacionais quanto internacionais.

Onde: Rua dos Arcos, s/n – Lapa


Ver um filme no Cine Odeon

É o mais antigo cinema de rua do Rio de Janeiro em atividade. Fica localizado na Cinelândia, uma parte do Centro que já foi dominada por salas de cinema. Reaberto recentemente, o Odeon foi inaugurado em 1926 e recebe grandes festivais como o Anima Mundi e o Festival do Rio.

Onde: Praça Floriano, 7 – Centro

NÃO ACABOU NÃO. CONTINUA AQUI!

Comentários