10 COISAS QUE VOCÊ SÓ DESCOBRE QUANDO FAZ UMA FAXINA NA SUA CASA

10 COISAS QUE VOCÊ SÓ DESCOBRE QUANDO FAZ UMA FAXINA NA SUA CASA

Só a prática leva à perfeição! E o ditado vale mais do que nunca para as coisas domésticas, quando você é obrigado por cargas d’água a assumir a faxina da própria casa.

Depois de retirar cobras e lagartos do meio de campo, envereda pelo aprendizado de descobrir com quantos paus se faz uma canoa.

1) O tempo extremamente rápido, no seu julgamento, que as faxineiras levam para limpar a sua casa, enquanto você leva horas e horas para fazer uma ninharia, não significa que você é extremamente incompetente, ao passo que elas são azes da limpeza. Significa que elas só conseguem fazer tantas coisas em tão pouco tempo com a superficialidade aterradora de atacar os pontos que os olhos veem e ignorar olimpicamente os demais fora das vistas e corações.

2) Seus produtos de limpeza passam a durar, durar, durar e durar. Você continua não conseguindo entender porque eles desapareciam como água no esgoto e o resultado não era lá grandes coisas, apesar de todas as semanas sair com o carrinho de supermercado dedicado tão somente a bugigangas de limpeza.

3) Você observa uma baixa assustadora no ecossistema de aranhas e formigas habitantes da sua humilde mansarda. Claro que há uma explicação para isso, limpeza profunda e bem detalhada afasta esses bichinhos infestantes pois combate pela raiz os seus alimentos: pó, fragmentos orgânicos, ácaros e mofos típicos da imundície.

4) Por falar em limpeza profunda, você descobre que antigas manchas, que não saiam de jeito nenhum e se perpetuavam através das eras, saem depois de alguma esfregação com o sem saponáceo. Aí você descobre o ralo por onde iam seus preciosos produtos de limpeza: é que as faxineiras tentam atacar a sujeira na base da pressão – jogado sobre as sujeiras muita água misturada aos químicos. As que se nocauteiam com a pressão, tudo bem, a maioria que não está nem aí continua reinando em pisos e paredes.

5) Você descobre que seus preciosos panos de limpeza começam a permanecer no mesmo lugar de onde saiam e sumiam sem deixar vestígios.

6) Você descobre que aquele cheiro nauseabundo que pisos e louçaria de banheiro irradiavam depois de limpos era causado porque os panos de limpeza não eram suficientemente trocados durante as tarefas – tudo isso é feito em nome do menor tempo de trabalho possível é àquela suntuosa superficialidade já comentada.

7) Você também descobre que aquela fedentina era causada também pela pouca água trocada no balde. Aí você percebe que aquela água preta que restava ao final da limpeza, além de agilizar sobremaneira o tempo de faxina, servia para sujar coisas que deveriam se apresentar limpas ao final da tarefa.

8) Você descobre que rodos, mops, esfregões e outros utensílios passam a durar um tempo absurdo porque você os submete a uma rigorosa limpeza depois da tarefa. Além disso, pelo fato de iniciar a próxima faxina com utensílios limpos, a possibilidade das superfícies ficarem fedendo por causa da sujeira incrustrada fica reduzida a zero. Achamos um mop que havia sumido devido a um problema de fácil solução: estava completamente imundo, por isso foi escamoteado. Depois de limpo, ele voltou à ativa.

9) Você descobre que o seu aspirador de pó não servia para nada e trata de arrumar o pequenino que tem (doméstico e imprestável) e comprar outro (industrial) dotado de eficiência aspiradora gigante, porque agora você já se considera o verdadeiro inimigo dos ácaros!

10) Ao cabo de alguns meses você se descobre especialista em desinfetantes, produtos antiengordurantes, detergentes, ceras para piso, aparelhos elétricos, vassouras, aprende o significado da palavra mop, odorizadores, adquire proficiência no manejo do hipoclorito de sódio concentrado, aprende a usar soda cáustica, reconhece os princípios ativos dos bactericidas e avalia a sua concentração. Ou seja, acaba transformando a história toda numa ciência da limpeza, coisa que as faxineiras passam uma vida inteira e não assimilam nem com banda de música. Ao final você se considera feliz pelo conhecimento (apesar do trabalho do cão) porque o conhecimento é libertador!

OBS: aqueles limpadores perfumados vendidos em supermercado são produtos baseados na ação de sequestrantes, eles facilitam a limpeza mas não têm propriedade bactericida equivalente à dos desinfetantes.

OBS2: Quem me conhece vai sacar de cara que esse texto não é meu, pois eu sou um inútil no que se refere à limpeza doméstica. Se não fosse por Jandira, minha fiel escudeira, braço direito e esquerdo há quase 20 anos, minha casa seria um muquifo!

Fonte: Isaias Malta

GANHE DINHEIRO RESPONDENDO PESQUISAS NA INTERNET

10/10/2017

Se você chegou até aqui é porque você gostou, né? Então curta e compartilhe o Acidez Mental no Facebook com seus amigos! Seu clique é MUITO importante!

Comentários